bt_pesquisa_maior2
Coleta Seletiva

MeioAmbiente

 

A implantação da coleta seletiva na Infraero

A Coleta Seletiva na INFRAERO começou oficialmente com a constituição das Comissões da Coleta Seletiva exigida no Decreto 5.940 de 25 de outubro de 2006, que institui a separação dos resíduos recicláveis descartados pelos órgãos e entidades da Administração Pública Federal direta e indireta, na fonte geradora, e a sua destinação às associações e cooperativas dos catadores de materiais recicláveis, e dá outras providências.

A implantação da Coleta Seletiva tem como finalidade dar destinação ambientalmente correta aos resíduos recicláveis por meio das Cooperativas de Catadores de Lixo, que revendem estes resíduos para a reciclagem, conforme  o citado Decreto.

Foi escolhido um membro de cada área que a Superintendência de Meio Ambiente julgou necessário. As áreas escolhidas foram o próprio Meio Ambiente, a Superintendência de Administração Geral da empresa, responsável pelos empregados contratados para recolherem o lixo  nas dependências da INFRAERO; a Superintendência de Comunicação Social,  responsável pela informação ao público interno e externo dos fatos que acontecem na Empresa e a Assessoria de Informática,  responsável pelo sistema de informática,  a comunicação informatizada e informática geral.

Feito o Ato Administrativo e assinado pelo o Presidente da INFRAERO, a Comissão de Coleta Seletiva Solidária da Sede (CCSS) fez uma visita aos Correios e Telégrafos e à Câmara dos Deputados para saber como foi realizada a implantação naqueles órgãos.

Realizadas as visitas e de posse das informações, foi realizado levantamento das peças que seriam necessárias para a implantação da Coleta e o material reciclado a ser separado. Foram decididas as seguintes peças:

1) Adesivos dos Coletores de Copo - Para sinalizar/identificar os coletores de copos descartáveis como “água” e “café”;

2) Cartazes - Para divulgação da Coleta Seletiva, empregados da INFRAERO e   usuários dos Aeroportos;

3) Cartilhas - Conscientizar os empregados da INFRAERO e usuários dos Aeroportos o que é a coleta seletiva, sua importância e os benefícios para os homens e o meio ambiente;

4) Caixa Coletora de Papel - Para colocação dos papéis que não servem mais para uso, para posterior recolhimento e entrega a uma Cooperativa de Catadores de Papel;

5) Coletores de Copo - Para descarte e acondicionamento de copos plásticos de água e café usados, para posterior recolhimento e entrega a uma Cooperativa de Catadores de Papel;

6)  Lixeira Coleta Seletiva Cilíndrica 4 cores 50 Litros  -  Para colocação em todos os escritórios da Sede, visando separar os objetos de vidro, metal, orgânico e papel, para posterior recolhimento do pessoal da Limpeza;

7) Lixeira Coleta Seletiva 3 cores no Suporte 25 Litros - Para colocação nas áreas de circulação da INFRAERO.

8) E os resíduos a serem separados seriam:  papel branco, papel misto, papelão, PET, alumínio, Seda (são todos os plásticos ) e ferro, este último em pouca quantidade.

É importante ressaltar que a Resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA, nº 275 de 25 de abril de 2001, definiu as cores para cada tipo de material, conforme segue: Vermelho – plástico; Verde – vidro; Amarelo – metal; Preto – madeira; Laranja – resíduos perigosos; Branco – resíduos ambulatoriais e de serviço de saúde; Roxo – resíduos radioativos; Marrom – resíduos orgânicos; Cinza – Resíduos gerais não recicláveis ou misturados, que não podem ser reciclados.

A aquisição desses materiais foi realizada dentro da legislação na modalidade PREGÃO. Durante este processo, a CCSS se reuniu para conversar como seria a distribuição das peças nas áreas comuns e escritórios da INFRAERO; a sensibilização dos empregados; a contratação das cooperativas  e a data da implantação.  

Foi feito um levantamento com a CENTCOOP - Central de Cooperativas de Catadores de Recicláveis do Distrito Federal, criada em 15/02/2006, responsável pelas Cooperativas que atuam em Brasília, para saber quantas delas haviam e se estavam de acordo com o Decreto 5.940/2006.

Para saber um pouco mais sobre as cooperativas, a organização dos Catadores no Brasil iniciou-se em 1985, com a formação da Associação de Carroceiros no Município de Canoas, e em 1986, com a fundação da Associação de Catadores de Material de Porto Alegre da Ilha Grande dos Marinheiros, na Região Metropolitana de Porto Alegre (MARTINS, 2004).

Foi providenciada a Dispensa de Licitação para contratação das Cooperativas. Dentre as que participaram 14 (catorze) foram habilitadas para atuarem na INFRAERO, por atenderem o Artigo 3º do Decreto 5.940 que diz que:  as Cooperativas devem estar formal e exclusivamente constituídas por catadores de materiais recicláveis e que tenham a catação como única fonte de renda; não possuam fins lucrativos; e possuam infraestrutura para realizar a triagem e a classificação dos resíduos recicláveis.

Com a contratação da Cooperativa, a INFRAERO iniciou a Coleta Seletiva no dia 01/02/2009. Para começar a sensibilização dos empregados, a CCSS criou a campanha “RECICLE SEUS CONCEITOS”. Foram distribuídas 30 mil cartilhas/agendas demonstrando a importância da Coleta Seletiva e como podemos cooperar.

 

meioambiente1

Foram dispostas lixeiras coloridas dos 04 (quatro) tipos de resíduos (vidro, papel, metal e orgânico), dentro dos escritórios e em cada mesa foi colocado um coletor de papéis.

 

meioambiente2

Na área de circulação comum, no hall dos elevadores, foram colocados conjunto de lixeiras de papel, plástico e metal, nas cores azul, vermelho e amarelo.

meioambiente3

Foram espalhados em todos os andares cartazes sobre a Campanha da Coleta Seletiva na INFRAERO e coletores para copos de água e de café, devidamente sinalizados com os adesivos “água” e “café”, perto dos filtros de água e das máquinas de café. Foram envelopados os 9 elevadores da Infraero, sendo 07 na Sede/ Setor Comercial Sul e 02 na Sede/Aeroporto.

 

meioambiente4

Foram publicadas, durante toda a semana que antecedeu a implantação da Coleta Seletiva, pílulas explicativas informando o que é a Coleta Seletiva, como ela aconteceria na empresa e a importância dela para a INFRAERO e o Meio Ambiente.

 

adesivo_meio_ambiente

 

No dia 08 de abril de 2010, a CCSS recebeu da Cooperativa COOPERE, o relatório com o resultado da coleta na INFRAERO nesses 02 meses: foram recolhidos 9.127 quilos de material reciclável.

Continuando a Campanha “RECICLE SEUS CONCEITOS”, foram distribuídas 1.500 (hum mil e quinhentas) canecas térmicas de acrílico na cor vermelha, com tampa giratória, possibilitando o empregado beber na caneca com ela  tampada ou não, o que foi um sucesso!!

meioambiente5


O objetivo da aquisição e distribuição dessas canecas foi diminuir o consumo de copos plásticos na empresa pelos empregados. Os copos plásticos disponibilizados nos corredores perto dos filtros de água, ficaram para uso dos  visitantes.

No dia 5 de junho, dia Internacional do Meio Ambiente, foi realizada nas instalações da INFRAERO, durante toda a semana do Meio Ambiente ( 6 a 10 de junho/2011) uma exposição de peças elaboradas de materiais reciclados da Cooperativa CATAGUAR, com o objetivo de mostrar aos empregados da INFRAERO, a importância da nossa atitude em separar os resíduos nos recipientes corretos e que, com esse pequeno gesto nosso é gerada renda para os cooperados. A CATAGUAR também trouxe amostras do sabão feito com óleo de cozinha usado e forneceu a receita. E para incentivar ainda mais os empregados da INFRAERO, estes puderam trazer de suas casas  materiais recicláveis ou não como: brinquedos, cartões de telefone usados, aparelhos quebrados, garrafas pet, latas de alumínio, embalagens tetra pak, óleo usado, etc. que foram recolhidos pela Cooperativa Cataguar. A Coleta Seletiva da Sede pode ser considerada como um exemplo de boas práticas em andamento na empresa.

A atual Comissão da Coleta Seletiva da Sede – CCSS foi constituída pelo Ato Administrativo nº 2614/DE/2001 de 23/09/2011 e está representada pelos seguintes empregados: Lenita Lopes da Cruz – DTME(MELR-1), Alessandra Christina Trindade Lima – AGAG(AGAS-2), Conceição de Maria G. S.Rodrigues – PRMC e Ivanete Abrantes – DTME.

Aos pouco a consciência “verde” entre os empregados está sendo despertada. É preciso estar comprometido e acreditar. Depende só de você!

 

AddThis Social Bookmark Button