VOOS ONLINE
VOOS ONLINE
GUIA DO PASSAGEIRO
GUIA DO PASSAGEIRO
SITUAÇÃO DOS VOOS
SITUAÇÃO DOS VOOS

OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS
OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS
CARGA AÉREA ONLINE
CARGA AÉREA ONLINE
LICITAÇÕES
LICITAÇÕES
CONCURSOS INFRAERO
CONCURSOS INFRAERO
SERVIÇO CONTRA INCÊNDIO
SERVIÇO CONTRA INCÊNDIO
LINKS
LINKS

TARIFAS AEROPORTUÁRIAS
TARIFAS AEROPORTUÁRIAS
CENTRAL DE COBRANÇAS
CENTRAL DE COBRANÇAS
PORTAL FINANCEIRO
PORTAL FINANCEIRO
Aeroporto Internacional de Parnaíba - Prefeito Dr. João Silva Filho

Parnaiba

O Aeroporto de Parnaíba foi inaugurado em 19 de outubro de 1971, pelo então Presidente da República Gal.Ex. Emílio Garrastazu Médici. O aeroporto está localizado a 8 km do centro da cidade de Parnaíba, município com aproximadamente 147.000 habitantes; situado no litoral, Norte do Estado do Piauí, a 360 km da capital, Teresina; o município foi um grande exportador de produtos agropecuários para a Europa, cujo negócio representava uma fonte de geração de emprego e renda para cidade, chegando a ser instalados no município, os Consulados da Inglaterra, França e Portugal, que por esse motivo, nas décadas de 70, 80 e 90, as empresas aéreas: PARAENSE, TABA, VASP, VARIG, CRUZEIRO, RIO-SUL, NORDESTE e TRANSBRASIL chegaram a operar com voos regulares ligando as principais regiões do país e Europa.

No início de suas operações, o aeródromo foi administrado pelo Segundo Comando Aéreo Regional, COMAR II, e depois pelo Governo do Estado do Piauí, por meio de convênio celebrado com o Ministério da Aeronáutica, em fevereiro de 2000, o Governo do Estado (Gabinete Militar), renovou convênio pelo prazo de 15 anos, para administração e manutenção do aeroporto.

Em agosto de 1983, com a extinção do Departamento de Proteção ao Voo, DPV, unidade do Serviço Regional de Proteção ao Voo, SRPV-RF a Estação Meteorológica de Superfície (EMS-3), existente nesta Dependência, passou a ser administrada pela empresa de Telecomunicações da Aeronáutica S/A, TASA, por meio do seu Grupamento de Telecomunicações Aeronáuticas de Parnaíba (GTAPB). Em 1996, após absorção da TASA pela INFRAERO, passou a denominar-se Grupamento de Navegação Aérea de Parnaíba (GNAPB), estando em pleno funcionamento H-18.

Em julho de 2003, foi denominado como Aeroporto de Parnaíba - Prefeito Dr. João Silva Filho, segundo Lei nº 010704, publicada no Diário Oficial da União nº 139, de 22.07.2003, em homenagem Póstuma ao Ex Prefeito do Município de Parnaíba-PI.

Em junho de 2004, passou a ser administrado pela Infraero por meio do convênio nº 14/2004/090, firmado pelo prazo de 05 (cinco) anos, prorrogável por igual período, com o objetivo de realizar as atividades inerentes à navegação aérea do Grupamento de Navegação Aérea de Parnaíba - denominado de GNA/PB, operação e administração do aeródromo e exploração comercial, diante da necessidade de fomentar o desenvolvimento integrado da região do Delta do Parnaíba, atendendo interesses comuns do Governo Estadual e da Infraero, e assim, promover a satisfação e segurança dos passageiros embarcados/desembarcados e apoiar o Governo Federal na consecução de metas e objetivos nacionais de expansão do turismo, com vistas a alavancar o crescimento do emprego e da renda da região, bem como a melhoria da balança de pagamentos.

Com intuito de tornar o aeroporto porta de entrada para os turistas estrangeiros destinados aos Lençóis Maranhenses (MA), do Delta do Parnaíba (PI) e Jericoacoara (CE), em 27 de outubro de 2005, foi habilitado para o Tráfego Aéreo Internacional de Passageiros, segundo portaria nº 1.234/GC5, do Comando da Aeronáutica. Com isso, ao final de 2006 e início de 2007, o Aeroporto recebeu oito voos charters procedente de Verona, na Itália.

Em 2009 foi concluída a obra de ampliação e reforço da pista de pouso e decolagem, passando para 2.500 metros de comprimento por 45 metros de largura, e capacidade de suportar a operação de aeronaves de grande porte, tipo o Boeing &¨&-300, cuja capacidade pode chegar a 300 passageiros.

A construção do novo pátio de manobras foi iniciada em 2011, tem sua previsão de conclusão para 2015, aumentando a capacidade de acomodação, possibilitando a operação simultânea de duas aeronaves de grande porte. O projeto para reforma e adequação do Terminal de Passageiros já está pronto, com previsão de execução até 2016.

Em março de 2014, ocorreu a retomadas das operações comerciais neste aeroporto, com a empresa AZUL Linhas Aéreas, com três frequências semanais, interligando as cidades de Teresina e Fortaleza.

 

 

AddThis Social Bookmark Button
 


Portal da Transparência    Acessibilidade Brasil    selo_participe
Infraero - [Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária] - Estrada do Aeroporto, Setor de Concessionárias, Lote 5 - Edifício Sede CEP 71608-050 - BRASÍLIA - DF - BRASIL